fbpx

Energia Solar rende mais que Renda Fixa

3 minutos para ler
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

O empresário é também um investidor. Afinal, ele tem como meta aumentar a lucratividade do negócio, injetar dinheiro nas estratégias comerciais e estudar as possibilidades que o mercado empresarial oferece. No entanto, quando se fala de rentabilidade em investimentos, existe uma dúvida muito comum entre os empresários: o melhor seria a energia solar ou a renda fixa?

Neste artigo, mostraremos as diferenças entre essas opções de investimentos. Dessa forma, fica mais fácil entender qual delas trará um bom retorno financeiro. Acompanhe!

O que é um investimento de renda fixa?

Os fundos de renda fixa são aplicações que tem 80% do seu valor atrelado as variações da taxa de juros e de índices de preço. Sendo assim, o investidor que compra títulos de renda fixa, empresta dinheiro e recebe juros no futuro. Entre os investimentos de renda fixa mais famosos, estão: o tesouro direto, a poupança e o certificado de depósito bancário (CDB).

O que aumenta os riscos desse tipo de fundos é a volatilidade do mercado. Com dito, a taxa de juros e o índice de preços impactam na rentabilidade. Portanto, dependendo do cenário político e econômico do país, existe a possibilidade de perda parcial ou total do investimento.

Por que a energia solar é uma boa opção de investimento?

Diferente dos fundos de renda fixa, a energia solar não apresenta riscos de mercado. Pelo contrário, a redução da conta de energia aos que utilizam esse tipo de energia limpa, conferem um bom e constante retorno sobre o investimento (ROI), em longo prazo.

Outra vantagem é a vida útil do sistema fotovoltaico – em média, 25 anos. Levando em conta que a estimativa de retorno do dinheiro investido pode variar de 5 até 10 anos, o empresário terá, no mínimo, 15 anos de rendimentos. Podemos apontar ainda outro benefício de investir na energia solar: a valorização da marca corporativa.

Atualmente, empresas que optam por práticas sustentáveis aumentam a sua visibilidade no mundo dos negócios. Com isso, atraem mais clientes, investidores, além de elevar o seu valuation que é o valor da marca no ambiente empresarial.

Qual é a melhor escolha?

Para chegar a uma decisão sobre qual investimento é a melhor opção, o ideal é fazer um comparativo sobre o rendimento dos títulos de renda fixa e a economia conquistada com a geração de energia solar. Por exemplo, hoje, o tesouro direto indexado a taxa Selic está na margem de 5,77% ao ano.

Isso significa que um investidor que aplicou R$ 100,00 nesse título, receberá no final do ano R$ 105,77, certo? De acordo com uma pesquisa apresentada no site do Estadão, em um período de 25 anos, o investidor recebe de 15 a 25%, ao ano, de retorno sobre o custo de implantação da energia solar.

Por todos esses benefícios, a energia solar continuará a crescer no mundo. De acordo com um artigo do site de notícias Reuters, haverá um grande crescimento até o fim de 2019, e o ritmo continuará assim até 2024. Sendo assim, os empresários que investem em energia solar, na verdade, estão com uma visão global inteligente.

O que achou de nosso artigo? Conseguiu entender que a energia solar rende mais que renda fixa? Quer continuar bem informado? Então, assine nossa newsletter e fique por dentro dos novos conteúdos do nosso blog!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×
Posts relacionados

Deixe um comentário

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×