fbpx

7 vantagens da geração distribuída para todos os consumidores

4 minutos para ler
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

A geração distribuída (GD) é uma excelente alternativa ao esgotamento dos recursos não renováveis que são utilizados na produção de energia, como é o caso do combustível fóssil. Além disso, acontece a redução das emissões de gases que contribuem para as mudanças climáticas em nosso planeta. Porém, as vantagens da GD não param por aí.

Neste artigo, explicaremos o que é a geração distribuída. Abordaremos também uma série de benefícios que esse tipo de produção energética apresenta para a sociedade. Acompanhe os próximos tópicos!

O que é geração distribuída?

A geração distribuída é o oposto da centralizada. Enquanto essa última acontece nas grandes usinas produtores de energia, como as hidroelétricas e as termoelétricas, a primeira é feita em diversos sistemas produtores que ficam próximos ou na própria unidade geradora (empresas, residências ou indústrias). Foi por meio da Resolução Normativa n0 482 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) que foi oficializada a GD.

Quais são as vantagens desse tipo de produção?

Existem muitos benefícios obtidos com a geração distribuída. Por isso, o Ministério de Minas e Energia (MME) lançou o Programa de Desenvolvimento de Geração Distribuída (ProGD) visando estimular o crescimento da GD no Brasil. A seguir, elencaremos algumas das vantagens desse sistema de produção energética.

1.Economia

A infraestrutura da geração centralizada encarece o gasto com a produção de energia elétrica. Um dos motivos é a dependência dos recursos hídricos, que quando estão escassos, exigem a ativação das usinas termoelétricas, aumentando o custo de produção. Outra razão são os cabos e as redes de distribuição que levam a energia das usinas até o consumidor final. Imagine quanto custa a manutenção e a substituição desse sistema!

2.Desperdício de energia

No caminho entre a usina e o consumidor, falhas na rede elétrica geram perdas de energia. Essas perdas geram custos que são compartilhados nas contas enviadas aos clientes das distribuidoras. Em contrapartida, a geração distribuída evita essa perda de energética, pois a distância entre a geração e o consumo é bem curta.

3.Quedas de energia

Os famosos “apagões” acontecem quando o sistema elétrico não consegue atender a uma demanda de consumo. Essa situação já ocorreu no Brasil. No caso da GD, os vários pontos de produção impedem a dependência de muitos consumidores em relação a um único centro de geração. O resultado disso é a confiabilidade no suprimento elétrico.

4.Meio ambiente

A geração distribuída estimula o uso de energias renováveis, como a solar, a eólica e a biomassa. Dessa forma, os impactos ambientais são minimizados. Uma vez que, evita-se o desmatamento para a edificação de instalações para a geração de energia. Além de minimizar as emissões prejudicais ao meio ambiente vindas das usinas termoelétricas.

5.Competitividade

Com a implementação da geração distribuída, elevou-se o número de agentes geradores e participantes do setor elétrico. Desse modo, quebrou-se o monopólio das usinas tradicionais, aumentando a oferta de energia e a competitividade no setor. Esses resultados forçam a melhoria nos serviços e o controle das tarifas cobradas pelas empresas.

6.Desenvolvimento regional

A região na qual se instalam as unidades da geração distribuídas são beneficiadas com o desenvolvimento social e econômico. Afinal, os recursos próprios da localidade são utilizados e trabalhadores contratados. Já a redução do gasto com a conta de energia, significa mais capital disponível para a população.

7.Créditos energéticos

Na GD existe o sistema de compensação energética. Nesse caso, a produção excedente das unidades é canalizada para a rede distribuidora que retribui com créditos energéticos. Dessa forma, o consumidor economiza no gasto com energia, além de contribuir para a minimização da perda energética e o equilíbrio do sistema.

Com certeza, o futuro do setor energético brasileiro está da geração distribuída. Como vimos, as vantagens impulsionam esse tipo de produção. Por isso, a tendência para os próximos anos é um setor elétrico menos tributário e mais eficiente.

Gostou de conhecer as vantagens da geração distribuída? Aproveite para entender os novos recordes que as energias renováveis estão batendo no mundo!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×
Posts relacionados

Deixe um comentário

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×